terça-feira, 19 de setembro de 2017

Um justo reconhecimento por um ótimo trabalho!


Hoje foi dia de bater muitas palmas!!! A equipe gestora da 7ª CRE esteve reunida para parabenizar as suas 7 unidades escolares que foram listadas entre as 49 unidades da SME, consideradas destaque em desempenho, nos últimos IDERIO E IDEB, bem como em baixo índice de reprovação e evasão escolar:

E. M. Cândido Campos - E. M. Eng. Álvaro Sodré - E. M. Finlândia - E. M. Jorge Amado - 
E. M. Rodrigues Alves - GEC Gov. Carlos Lacerda


As direções das unidades foram recebidas com um café da manhã, falaram de suas escolas, puderam verificar o crescimento dos seus índices de desempenho nos últimos anos e ainda foram carinhosamente presenteadas e abraçadas. 
Gestão comprometida e trabalho pedagógico de qualidade, regados com muito amor à educação, é a fórmula de sucesso que essas escolas têm em comum! Parabéns!!!



 










 





  

 

segunda-feira, 18 de setembro de 2017

E. M. Comunidade de Vargem Grande nas telas dos cinemas




O Festival Internacional Pequeno Cineasta chega à sua 7ª edição, dia 12 de outubro, com mostras que reúnem 78 filmes realizados por crianças e adolescentes entre 8 e 17 anos de diferentes nacionalidades, e o filme "Curvados", da E. M. Comunidade de Vargem Grande, estará na Mostra Competitiva Nacional Categoria Jovem. A única escola municipal selecionada para competição terá seu filme apresentado em vários dias (de 12 a 27/10), no Instituto Cervantes. Parabéns pelo trabalho!!!





CURVADOS – UMA IDEIA PUXA OUTRA E NASCE UM FILME

(TEXTO DO PROFESSOR CLAUDIO GARCIA, EXPLICANDO COMO SURGIU O FILME: "CURVADOS")


Todos os anos, quando começo a conversar sobre os temas para os roteiros de filmes que vou realizar nas turmas das duas escolas municipais do Rio de Janeiro, onde realizo projetos de oficinas de cinema, sempre aparece o celular como pano de fundo de alguma história. No ano passado, um dos roteiros falava sobre uma menina que passava os dias “pendurada” num celular e acabava ficando sem fala, se comunicando apenas através do celular.
A partir desta ideia, surgida numa turma da Escola Municipal Comunidade de Vargem Grande, começamos a discutir sobre os problemas causados pelo uso dessa fascinante ferramenta. Além da falta de atenção durante as aulas, os alunos listaram uma série de outros problemas que foram lembrando, inclusive problemas de visão e de postura.
Fizemos uma busca na internet por matérias relacionadas ao tema e encontramos uma síndrome que começa a tomar conta do mundo: a Text Neck. É um termo ainda sem tradução (especialistas brasileiros ainda a tratam com o nome em inglês) que traduzido ao pé da letra seria “pescoço de texto”. Hoje, mais de 1 bilhão de pessoas possuem um smartphone e esse volume pode triplicar até o final de 2018.
A partir de várias matérias que lemos em sala de aula, os alunos propuseram que fizéssemos um filme sobre este tema. Topei na hora. Restava pensar de que maneira isso seria abordado no roteiro. Depois de muita conversa, parte do grupo achava que o filme deveria ser uma espécie de propaganda para alertar os jovens dos perigos de se usar o celular com uma postura não adequada, ou do cuidado com o seu uso excessivo.
Surgiu, então, a ideia de fazer um filme que se passasse num futuro próximo, onde todo mundo que possuísse um celular já tivesse text neck. Com a ideia definida, seguimos para a escrita do roteiro e foi onde surgiu um pequeno impasse: ter ou não falas no filme? Numa outra turma da escola, estávamos fazendo um filme mudo chamado “Que Sorte!”, que havia sido pensado a partir de diversas cenas que assistimos de filmes de Buster Keaton e que, apesar de se passar nos dias de hoje, seria em preto e branco, com uso de cartelas com textos, seguindo bem o estilo dos clássicos filmes do cinema mudo. Uma aluna sugeriu, então, fazermos uma brincadeira com o cinema mudo, levando ele pro futuro. Batemos o martelo em fazer um filme mudo no futuro, trabalhando o objeto mais utilizado no mundo de hoje.
Nasceu o roteiro de “Curvados” e, para as gravações, decidimos envolver toda a escola. Primeiro, trabalhei o tema text neck nas outras 3 turmas de cinema onde dava aula e depois começamos a convidar alunos dessas turmas e outros que não participavam das aulas de cinema para ajudar a compor o numeroso elenco, além dos alunos que fazem parte da equipe técnica, o que cuida da câmera, da direção, etc.  Foi muito legal! Muitos, inclusive, contribuíram com ideias durante as gravações. Todo mundo se envolveu como se o filme fosse seu. E não foi fácil gravar com tantos alunos curvados durante todas as cenas. Tivemos que repetir várias vezes. Algumas deram mais trabalho, com alunos jogando futebol, andando de bicicleta e até namorando. Contamos também com a participação de professores e funcionários da escola, em certas cenas.
Foram 3 dias de gravação (1 dia por semana) e, no último dia, combinamos uma festinha de encerramento para servir de aniversário e parecer real, para a cena final.
Na semana seguinte, nos reunimos para montar o filme e pensar a trilha a partir de várias músicas com direitos liberados, que eu levei para que eles pudessem escolher. Finalizei a edição, assistimos juntos e eles avaliaram felizes, achando que havíamos conseguido chegar no objetivo planejado.
“Curvados” foi um filme que fugiu completamente do planejado, nasceu de uma discussão muito proveitosa, a partir da ideia de outro roteiro, e envolveu não só uma única turma, mas um grande número de alunos da escola.

Mais informações em: www.pequenocineasta.com.br

sexta-feira, 15 de setembro de 2017

EDI Norma em Brasília... Parabéns, diretora Michelle e adjunta Rejane!



Nossas queridas professoras Michelle Mendes e Rejane Ribeiro, diretora e diretora adjunta do EDI Profª Norma Andrade Nogueira, palestrando no Congresso Internacional de Alimentação Escolar: construindo caminhos para educação alimentar.

E. M. Silveira Sampaio vira o jogo e já mostra bons resultados!

Todos juntos pela Cidade de Deus!


Ontem, dia 14/09, reuniram-se na sede da 7ª CRE todos os diretores de unidades escolares da Cidade de Deus, juntamente com nossa Coordenadora, profª Mariana Grolla, a Subsecretária de Ensino, profª Maria de Nazareth, e o Secretário Municipal de Educação, César Benjamin, para discutirem ações da educação no bairro. Todos juntos pela Cidade de Deus!


 






quarta-feira, 6 de setembro de 2017

terça-feira, 5 de setembro de 2017

Ação Social na Cidade de Deus foi um momento de paz e união!

Nossa CRE esteve envolvida na Ação Social promovida pela Prefeitura do Rio, que aconteceu dia 02/09, na Cidade de Deus. 
Vejam alguns momentos de paz e união: